Dia 04 de Outubro tivemos o Seminário CUIDANDO DO PLANETA TERRA que é a culminância do projeto “Vigilantes do Planeta”.

O projeto tem como objetivo realizar pesquisas críticas sobre temas relevantes relacionados à preservação do nosso Planeta e melhoria dos setores social, político e econômico, visando à construção de um mundo melhor.

Vigilância da Reciclagem:

Elaborou um abaixo-assinado para reivindicar a Coleta Seletiva em Fortaleza. Os vigilantes da Reciclagem recolheram assinaturas entre os participantes.

Vigilância da Comunicação

Estudou o Projeto de lei que regulamenta propagandas que estimulam o consumo de produtos pelas crianças.

Vigilância da Educação

Refletiu sobre a Educação no Brasil e elaborou as seguintes perguntas:

Como podemos melhorar a qualidade da educação nas escolas?

Como podemos valorizar os nossos professores?Como podemos educar cada pessoa levando em consideração suas diferenças? A educação é um ato de amor?

Vigilância da Fauna

Discutiu a problemática dos animais usados em pesquisas laboratoriais e dos maus tratos a animais domésticos. Perguntaram para o representante do IBAMA: O que vocês fazem para proteger os animais?

Vigilância da Flora

Estudaram o Novo código florestal e questionaram o que o IBAMA faz em relação as queimadas que acontecem na florestas brasileiras

Vigilância da Habitação

A problemática em torno do processo de reconhecimento e demarcação do território indígena.

Vigilância da Saúde

Estudou o SUS - Sistema Único de Saúde e seus princípios básicos.

Os vigilantes pediram para todos os convidados da “mesa” para falarem uma palavra que resumisse o seu sonho para saúde no futuro.

Vigilância da Alimentação

  

 

 

 

 

O 6º ano além das visitas as ONGs questionou: 

O trabalho das ONG’S pode acomodar o governo?
Não é contraditório o governo dar dinheiro a ONG’S?


 

Na Vigilância da Política o 7º ano estudou assuntos ligados à política. Dentre eles, alguns escândalos ocorridos na política brasileira, tais como o mensalão, o caso do Carlinhos Cachoeira e a Operação Carta Branca A grande questão gerada nas pesquisas foi: “O que está errado na política brasileira”? 

Sugerimos que os políticos pensassem mais no coletivo que no individual e que tivéssemos uma política mais justa, transparente e democrática. 


 

O 8º ano estudou sobre impostos e recebeu na escola Tiago Diógenes presidente da Associação dos Jovens Empresários e um dos responsáveis Wladson Sidney pelo movimento conscientização

Da população do valor do imposto embutido em cada produto.

 

 


Os alunos do 9º ano estudaram sobre FIB- Felicidade Interna Bruta e seus indicadores: Bem-estar Econômico, Ambiental, Físico, Mental, no local de Trabalho, Social, Político. Indicadores esses medidos através da Boa governança, Cultura, Educação, Meio ambiente, Padrão de vida, Saúde, Uso de tempo e Vitalidade comunitária. As principais perguntas do 9º ano aos participantes foram: Você considera o povo de Fortaleza feliz? Deveria o F.I.B substituir o P.I.B enquanto uma medida de progresso social? Por quê o F.I.B é importante para nós?